Catia

Cátia Cardoso tem 33 anos e é natural de Aveiro, cidade onde viveu durante 25 anos. Da sua região destaca os canais da Ria de Aveiro e da forma como estes entram na cidade – “ou a cidade neles”, diz – criando e influenciando a envolvente e oferecendo-nos de mão beijada uma perspetiva diferente de ver a cidade. A sua cidade.

Licenciada e Mestre em Arquitetura pela Universidade Lusófona do Porto, Cátia começou a trabalhar em arquitetura no ano de 2013. Desde 2016 que está na equipa da Architect Your Home. Da sua prática destaca a possibilidade de poder partilhar novas possibilidades, o que se exprime na “vontade de criar espaço acolhedores”, em que as pessoas se sintam confortáveis, bem como “novas formas de habitar o espaço”.

Na sua definição de Arquitetura entram mais do que apenas “desenhos e ideias”, mas também “relações, sonhos, emoções, energia e histórias”. É por isso – e sem surpresa - que a habitação é a área com que mais se identifica, visto ser esta que relaciona com as “vivências, usos, organização e comunicação dos espaços, aliados ao conforto e bem-estar” – as suas maiores preocupações como arquiteta.

Lembrando mais uma vez as pessoas – sempre as pessoas e as suas histórias - Cátia refere que a “arquitetura tem a capacidade de se adaptar às necessidades das pessoas e lugares. “

Quanto à sua pessoa e aos seus lugares, apesar do “carinho especial pelo urbanismo” e pela “forma como a organização da cidade influencia a qualidade da nossa vida”, quando se fala em paisagens destaca o Alto Douro vinhateiro. Para além desta ser uma paisagem inscrita com a sua beleza nas memórias da sua infância, Cátia convoca “os socalcos, os muros de xisto, as casas solarengas e quintas e as vinhas”, bem como o “ritmo” criado por estas nas encostas da região para ilustrar uma paisagem que, diz, é “sempre surpreendente”.

Sem surpresas, gosta de passar tempo em família, ver os filhos e crescer, acompanhando e participando em todas as suas conquistas. As suas, essas, vêm também de - como escreve Fernando Pessoa, o poeta que admira - pôr tudo o que é no mínimo que faz. Que é muito.

Onde pode encontrar o trabalho de Catia

Catia trabalhou com as seguintes autoridades:

  • Lisboa
  • Oeiras
  • Amadora
  • Cascais
  • Sintra
  • Serpa
  • Moura

Ajuda muito valiosa, com ideias funcionais, que encaixaram na perfeição com as minhas necessidades e gosto pessoal.

Filipa R

Portugal